Conheça os 05 fatores externos que estão ligados ao surgimento das rugas

O envelhecimento celular da pele também tem a colaboração de fatores externos, entre os quais a exposição ao sol parece ser o principal.

As rugas são consequência do fenômeno fisiológico evolutivo e irreversível do envelhecimento cutâneo. Elas constituem um pregueamento da superfície da pele devido à degeneração e diminuição de seus tecidos elásticos e de sustentação. Constituem uma mostra da idade biológica do indivíduo, que nem sempre corresponde à sua idade cronológica.

Quais são as causas das rugas?

Quando uma pessoa envelhece, o suor e as glândulas gordurosas da pele sofrem uma diminuição. Isto faz com que a pele perca sua umidade natural e as fibras elásticas que a sustentam fiquem mais enfraquecidas. As rugas são decorrentes desse processo de envelhecimento da pele, porém fatores ambientais e de estilo de vida podem acelerar seu desenvolvimento.

Os principais agentes que contribuem para o desenvolvimento de rugas são:

  1. Sol é um dos principais
  2. Poluição
  3. Ambientes fechados com ar condicionado ou aquecimento central
  4. Água do banho em alta temperatura (porque retira a camada de gordura natural da pele)
  5. Hábito de fumar

Poluição

A poluição está relacionada ao aparecimento de manchas na testa e nas bochechas e ao aparecimento de rugas. As partículas ambientais, principalmente as provenientes dos veículos, penetram na pele através dos poros e causam manchas, mesmo sem exposição ao sol. Devido ao aumento da temperatura ambiental provocados pela poluição, a pele sofre um aumento da taxa de evaporação, conduzindo a formação das rugas.

Cigarro

A pele do fumante é acinzentada e sem brilho por causa da baixa oxigenação no sangue. Pelo hábito de contrair os músculos ao aspirar a fumaça do cigarro, a pele apresenta rugas marcadas e precoces. Além disso, a fumaça provoca ardência nos olhos, que são contraídos com muita intensidade, piorando os pés-de-galinha. O cigarro contém inúmeras substâncias toxicas para as células da pele, o que gera radicais livres e inativa o sistema de defesa dela. É uma verdadeira “bomba” para a pele da face e para o corpo.

Sabe-se que a fumaça produzida pelo cigarro interfere na produção e na qualidade do colágeno, assim como fibras elásticas, influenciando diretamente o tecido que sustenta a pele. Dessa maneira, a pele torna-se flácida, “desaba” e as rugas tomam conta!

COMENTÁRIOS